VINGANÇA VIRTUAL

Dia 25 de novembro é uma data especial para as mulheres do mundo inteiro, é o Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher e, embora em nosso país a Lei Maria da Penha tenha sido decisiva para diminuir os atos de violência contra as mulheres, pois nos sentimos mais amparadas para denunciar os agressores, as estatísticas ainda são alarmantes: no Brasil, a cada 2 horas uma mulher morre vítima de violência doméstica; a cada hora dez mulheres sofrem maus tratos e 4 em cada 10 mulheres já foram vítimas da violência doméstica. Esses dados, apesar de alarmantes, já foram muito piores!

Mas, infelizmente, a violência contra a mulher já chegou até no mundo virtual e, com uma frequência cada vez maior, os homens se utilizam da internet para praticar crimes contra pessoas que um dia dizem já terem amado, mas que passaram a ser motivo de ódio e vingança porque ousaram dizer “eu não quero mais dividir minha vida com você. Acabou!” ou qualquer coisa do gênero e, pela reação criminosa dos mesmos, não há dúvidas do porque eles deixaram de ser amados; além disso, como diz a letra do samba do Arlindo da Cruz” Não há lei no mundo que possa condenar alguém que um outro alguém deixou de amar”.

REVANCHE AFETIVA

 Inconformados com o término da relação e aparentemente protegidos pelo anonimato de perfis e blogs falsos, essas pessoas extravasam toda a sua conduta criminosa divulgando fotos e filmes que revelam momentos de intimidade das ex- companheiras; inventam histórias; caluniam; difamam e fazem todo tipo de maldade para atingi-las pessoal e profissionalmente. E não pensem que a existência de filhos em comum seja motivo para diminuir a ira de alguém que desconhece o que é respeito, limite e caráter. Encegueirados pelo ódio, talvez nem percebam o quanto estão se destruindo também!

A vida é um espaço em movimento e nossa caminhada sempre vai ser balizada por nossos valores éticos e morais. A prática de vida continua sendo o melhor critério de verdade e, sem dúvida, são as circunstâncias desfavoráveis do cotidiano que melhor denunciam nossas imperfeições, valores e caráter. Percebam, agir por um impulso, ter uma atitude pouco recomendável é algo que pode acontecer com qualquer um de nós, agora, tramar, arquitetar, planejar uma ação sabendo que vai usar uma ferramenta que em tempo real se conecta com dezenas, centenas de pessoas é potencializar a maldade e demonstra falta de caráter.

A VIDA SEGUE

Não devemos ser tolerantes, compreensivos e muito menos condescendentes com práticas criminosas. A violência contra a mulher ou contra qualquer pessoa, em todas as suas formas, precisa ser denunciada e combatida. A difamação e a calúnia na web são consideradas um crime contra a honra e devem ser denunciadas, sempre!  Se um dia isso acontecer com você, procure uma delegacia e registre uma queixa, não é necessário que seja uma delegacia especializada em crimes digitais, qualquer uma serve e lá eles vão  orientar como você deve proceder. Não tenha medo, denuncie!

Eu costumo dizer que se você quer conhecer uma pessoa, conviva com ela, divida com ela espaço tempo e afeto, e o casamento é uma das formas mais próximas de convivência; mas para conhecer profundamente alguém, especialmente em se tratando de vínculos afetivos, se separe dela, pois aí vão aparecer de forma clara e inequívoca valores e traços de caráter. Relacionamentos amorosos terminam e a vida precisa seguir o seu curso, e mesmo que você esteja sofrendo com o término da relação, a dignidade e o respeito por você e se possível pelo outro, especialmente quando há filhos no meio dessa história, precisam permanecer.

Post Tagged with

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.