SILENCIAR É PRECISO!

O mundo está ficando muito mais barulhento. Vivemos cercados por tantos estímulos sonoros e visuais que já estamos ficando acostumados com o barulho e, talvez por isso, nem percebamos o quanto nós também contribuímos para a produção dessa poluição sonora. As pessoas estão falando cada vez mais  alto, buzinando desnecessariamente,  falando tão alto ao celular  que  todos ao seu redor  terminam tendo acesso  ao teor da conversa, assistindo à televisão e ouvindo música em volumes altíssimos  que incomodam as demais pessoas da casa e até aos vizinhos.

Mesmo sabendo que ruídos fortes e sons altos (a partir de 45 decibéis) podem ser nocivos à saúde humana, que o excesso de estímulos produz distrações e que isso tudo interfere na forma como lidamos com as circunstâncias da vida, as pessoas continuam fazendo muito barulho, possivelmente para espantar o desconforto e o medo da solidão. Normalmente, se estão sós, é comum às pessoas fazerem as refeições assistindo televisão, conectadas as redes sociais e algumas se acostumam a dormir com a televisão ligada. Isso tudo não acontece do nada, na verdade, ficar sozinha e em silêncio é para quem tem coragem, para quem não precisa temer os pensamentos e as lembranças trazidas como que por encanto pelo silêncio.

DESLIGAR DO PILOTO AUTOMÁTICO

                A vida continua cada vez mais urgente e, sendo assim, algumas ações e reações de cada um de nós, mesmo que não nos demos conta, já foram colocadas no modo automático e vão acontecendo e acontecendo! Para que possamos entender e aceitar os acontecimentos de nossa vida presente é necessário parar, respirar, silenciar,  disponibilizar-se para o contato com nossos processos internos que nos levam a perceber coisas que gostaríamos de manter no espaço do inexpressável, sem conexão com nossas emoções. Harmonizar pensamentos e sentimentos é o caminho para se conseguir ter uma melhor percepção de si mesma e adotar uma nova postura diante da vida.

É essencial silenciar para ouvir o coração, para sentir a emoção, para fazer contato consigo mesma e poder conseguir o centramento necessário para se lidar com os problemas do cotidiano com certa tranquilidade.  O silêncio nos mostra o caminho, já o barulho nos confunde, nos atrapalha, nos desconcentra, nos tira do foco e impede o nosso contato com os pensamentos e emoções tão vitais para o autoconhecimento. O físico Einstein percebeu isso de uma forma tão clara, a ponto de afirmar que “Penso 99 vezes e nada descubro. Deixo de pensar, mergulho no silêncio, e a verdade me é revelada”.

MEDITAÇÃO

Como em nenhum outro momento, práticas alternativas como a meditação vêm sendo amplamente pesquisada por neurocientistas e sua eficácia comprovada em diversas situações como no controle da atenção, da dor, da ansiedade e na forma como os doentes reagem aos sintomas e ao tratamento.  Meditar ajuda a pessoa a se aproximar de si mesma, acalmar a mente, relaxar o corpo, buscar equilíbrio para resignificar as próprias vivências e nos tornar seres humanos melhores.

É no silêncio que a nossa alma se manifesta e nos permite contatar com nossos desejos mais íntimos, nossos segredos inconfessos, além de facilitar a reflexão e a renovação. É preciso silenciar para poder ouvir o que nos diz a nossa voz interior, saber o que acontece em nosso mundo interno e o que a nossa intuição nos aponta como caminho ou possibilidades. Vivemos uma época de distrações, mas é preciso ter foco para se evoluir e crescer. Pare um pouco, viva o aqui e agora, preste atenção na sua respiração e pratique o silêncio! E você descobrirá coisas importantíssimas que ele tem a lhe dizer…

Post Tagged with

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.