Rir é um bom remédio

O riso é universal no ser humano, quase sempre está associado à imaginação e é fundamental para se manter o equilíbrio mental. Raramente controlamos conscientemente nosso riso, por isso, muitas vezes, não é preciso que haja uma situação específica para sorrirmos. Nós rimos das coisas em geral: das circunstâncias do cotidiano, das brincadeiras, de situações engraçadas, de prazer, de felicidade, de nervoso, para aliviar as situações do dia-a-dia, para demonstrar afeto/amabilidade, de zombaria, de quedas… o riso é muito mais do que manifestação de alegria e humor (80% do nosso riso não está ligado a situações engraçadas), também diminui hostilidade e agressões.

A função do riso é a comunicação. Através dele o outro percebe nossa disposição em se aproximar para manter um relacionamento amistoso. O riso desarma as pessoas, representa uma sinalização não agressiva, expressa emoções positivas quebrando barreiras, atenuando momentos de tensão, aproximando pessoas e facilitando as relações e os contatos sociais. O riso está associado à imaginação como força renovadora, ampliando possibilidades de mudança e bem-estar.

É melhor ser alegre que ser triste…

Estudos comprovam que o bom-humor e o riso auxiliam na cura das doenças e promovem a saúde. Ajudam a estimular as funções cardiovasculares, controlar a pressão arterial, fortalecer o sistema imunológico, reduzir a tensão muscular, estimular a liberação de substâncias químicas como a endorfina e adrenalina (responsáveis pela sensação de energia e bem-estar), diminuir os níveis de estresse e ansiedade, melhorar a digestão, aumentar a capacidade e a tonicidade pulmonar, diminuir a dor… e, ainda mais, retardar o aparecimento de doenças e o envelhecimento. Use e abuse do riso, é grátis, não tem contra-indicação e nem efeitos colaterais.

Trabalhos como o da ONG Doutores da Alegria que levam o riso às enfermarias dos hospitais a fim de amenizar o sofrimento e a dor dos pacientes, devem ser divulgados e aplaudidos. O bom-humor e o riso conduzem à saúde física e mental e abre uma janela na alma para que a felicidade se instale em nossa vida.

Rir é coisa séria!

Independente da motivação, sorrir e receber um sorriso sempre vale a pena. Mas, o riso deve ter qualidade: trocadilhos infames e piadas preconceituosas envolvendo etnias, crenças e culturas não acrescentam nada de bom e devem ser evitados.

Praticar exercícios físicos, ter uma alimentação saudável, um sono reparador, amar, se permitir ter prazer e sorrir muito são recomendações para se ter uma vida com mais saúde. Olhe a sua volta. Pessoas bem humoradas e risonhas transmitem felicidade, atraem a atenção e o carinho dos outros… O poetinha Vinícius de Moraes já dizia: “É melhor ser alegre que ser triste, a alegria é a melhor coisa que existe, é assim como a luz no coração…” Pois é, a tristeza e a alegria podem ser resultado de decisão pessoal – ponha alegria e leveza em sua vida, amplie a sua capacidade de rir, facilite a sua interação com os outros e, com isso, você estará diminuindo o estresse e a tensão no seu dia-a-dia.

Livre-se da carga pesada imposta pela vida com humor, pois quando conseguimos rir de um determinado problema, aumenta nossa capacidade de resolvê-lo ou de aprender a lidar com ele. Brincar, rir e não se levar tão a sério é absurdamente necessário… E como diz Manoel Bandeira “Uns tomam éter, outros cocaína. Eu tomo alegria”. Um brinde risonho à saúde e à felicidade!!!

Post Tagged with

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.