Relacionamentos amorosos duradouros

 Amar e ser amada, casar, construir uma família continua sendo o sonho afetivo da maioria das pessoas, especialmente quando elas encontram alguém que também está disponível e desejoso de partilhar uma vida juntos. Mas, viver a dois, dividir intimidade, não é simples e nem fácil: dá trabalho e exige muita atenção e dedicação.

Muitas pessoas projetam no casamento expectativas imensas, idealizadas em nome de um compromisso de amor e que não vão ser cumpridas numa vida a dois. Buscam algo que não existe, se frustram;  responsabilizam o outro pela sua decepção. Para ser feliz num relacionamento é necessário se aprender a lidar com as diferenças e garantir espaço para se viver a intimidade; sem ela o amor não acontece, a comunicação não flui e tudo fica muito difícil.

Dê uma chance ao seu amor

Quando o amor acaba ou quando você percebe defeitos importantes no outro, como falta de caráter, as diferenças passam a ser impeditivas e a separação mostra-se como único caminho. Agora, se não é isso que está acontecendo com o seu relacionamento, repense o quanto de mágoas e intolerâncias vocês dois foram acumulando ao longo da vida, o quanto vocês simplesmente brigaram um com o outro, disputando razões e verdades, se fecharam em suas certezas e não conseguiram deixar claro o que realmente os incomodava na conduta do parceiro e o quanto a vida a dois estava deixando de ser uma vivência de felicidade e se transformando em sofrimento e dor.

Antes de desistir desse amor e buscar vida e felicidade lá fora, tente investir em resgatar a cumplicidade, o afeto, o companheirismo, o prazer sexual e afetivo no seu relacionamento. É claro que esse não pode e nem deve ser um movimento unilateral, onde um se esforça de mais e o outro apenas cumpre um protocolo. A separação deve ser a última e não a primeira alternativa na vida de duas pessoas que não estão conseguindo se entender e viverem harmonia. E, mesmo que o motivo possa levar a separação seja a traição de um dos parceiros, se o que vocês já viveram juntos representar muito pra vocês e existir o amor, embora a traição represente muito sofrimento, pode proporcionar uma oportunidade para que o casal cresça e fortaleça os laços de lealdade, amor e companheirismos, propiciando trocas e transformações, tornando-os mais cúmplices no desejo de permanência e na construção da felicidade a dois.

Reconciliação amorosa

Na vida a dois, cada vez mais, vem ocorrendo a diminuição do tempo em que os casais vivem juntos, sem que eles tenham conseguido esgotar todas as possibilidades de uma reconciliação amorosa uma separação sempre provoca sofrimento, especialmente no parceiro que houve o não. Não delegue ao seu amado a responsabilidade pela sua felicidade e nem deposite nele a suas expectativas, desejos e sonhos.

Ao escolher alguém pra partilhar uma vida em comum, além do amor e felicidade, vocês vão conviver também com o desgaste provocado pelo tempo e pela rotina, com as dificuldades financeiras, com às frustrações, os desabores… e principalmente com a diferenças. As dificuldades podem se transformar em estímulo para uma vida melhor; onde se exercite a tolerância; se invista mais em afeto, tempo e atenção; se empenhe em construir um clima de verdade e confiança… e se resgate a memória do carinho, do cheiro, do gosto, do prazer em estar junto, da inquietação, do encantamento, do romance e da alegria da vida… do tempo em que era preciso sentir você por perto para poder ficar em paz, poder dormir e sonhar com uma vida amorosa para nós dois.

Post Tagged with

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.