OU ISSO OU AQUILO

 

Não é fácil fazer escolhas, embora passemos o dia todo escolhendo e tomando decisões – segundo estudos um adulto costuma tomar, por dia, cerca de duas mil e quinhentas a dez mil decisões. Essas escolhas incluem coisas simples como decidir o que vestir, o que comer e aonde ir, até questões bem mais complexas, que com certeza trarão muito mais consequências pra vida da gente como: “termino esse relacionamento ou não?”, “será que eu aceito essa nova proposta de emprego?”, “me arrisco ou não nesse empreendimento?”; e tudo pode ficar ainda mais difícil se nossas decisões envolverem questões éticas e morais, que mobilizem o julgamento dos outros a nossa volta.

Nossas escolhas, quaisquer que sejam, são influenciadas por uma quantidade enorme de variáveis e circunstâncias. Assim, vivências anteriores, aprendizagens, nosso jeito de ser, aspectos culturais, expectativas e conteúdos inconscientes determinam nossa conduta e, mesmo que a gente decida tentando levar em conta prioridades, o que sentimos costuma ter uma importância muito grande na tomada de decisão; segundo Freud a maior parte de nossa vida mental é de conteúdos inconscientes e, sendo assim, você pode até não se dar conta porque escolheu aquela alternativa, mas se mobilizou e caminhou em sua direção.

     INTENÇÃO E ATITUDE

Entre a intenção e a atitude pode haver um longo caminho, mas uma coisa é certa, nós só fazemos o que damos conta de fazer, pelo menos naquele momento.  Às vezes, somos surpreendidos pelas circunstâncias inesperadas da vida e nem temos muito tempo para pensar, pois a escolha precisa ser rápida, mas seja cuidadoso na hora de tomar decisões, principalmente quando suas escolhas vão interferir diretamente na vida de outras pessoas. Sempre que possível, pare, pense e reflita, pois toda atitude tem uma consequência.

Sempre que você desejar fazer algo e, mesmo querendo, você percebe que não consegue sair da intenção, tenha uma atitude, se movimente e planeje concretamente. Marque na sua agenda, coloque o alarme do celular pra tocar, se articule e se precisar tomar alguma providência anterior, tenha prontidão. Planejar concretamente é a melhor maneira de vencer obstáculos e sair do imobilismo. Pra que as coisas aconteçam na vida de qualquer um de nós é necessário bem mais que desejar e fazer planos, é preciso ter atitude. Se movimente e aja!

   INVENTE POSSIBILIDADES

As escolhas que fazemos na vida nos tornam as pessoas que somos. Se você não está muito satisfeito com a vida que você está levando, não responsabilize ninguém por isso, reveja condutas e mude. A tomada de consciência é o primeiro passo num processo de mudança, mas isso não garante nada; exercite o pensamento crítico e a flexibilidade, invente possibilidades e permita que a sua vida seja inundada por uma energia de renovação. Cristalizar condutas e papéis nos mantém presos a mesmice e ao passado. Seja criativo!

A vida é a arte de fazer escolhas. Então, escolha ficar bem; escolha se relacionar com pessoas que a tornem uma pessoa melhor; escolha manter condutas que lhe tragam paz; escolha mudar comportamentos que o deixam infeliz; escolha não ter compromisso com o erro; escolha ser resiliente; escolha aprender coisas novas; escolha ser solidário e praticar a caridade; escolha conviver com pessoas bem humoradas; escolha fazer coisas que façam o seu coração acelerar de alegria e a sua alma sorrir; escolha conviver no tempo da delicadeza; escolha praticar a gentileza; escolha ser cidadã; escolha se amar; escolha amar quem lhe ama; escolha cuidar da sua saúde; escolha ser produtivo e escolha conviver com pessoas e fazer coisas que a tornem feliz nesse agora. Feliz páscoa a todos!

Post Tagged with

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.