O QUE VOCÊ DESEJA NA VIDA?

Como seria a nossa vida sem desejo? Com certeza, seria um espaço de pouco movimento e totalmente sem graça, sem brilho, sem cor e sem sabor. Ter desejo é algo que nos impulsiona na vida e nos faz caminhar. “O homem é um ser desejante” (Freud), por isso, adoecemos quando deixamos de sentir desejo (a depressão, que atormenta a vida de 5,8% dos brasileiros e foi considerada pela OMS como o “mal do século XXI”, se traduz na falta de desejo pela vida e pela ausência de expectativas boas com relação ao futuro). Desejar é respirar energia e ter coragem para seguir em frente.

Desejar é ter expectativa. Não é possível não se ter expectativa sobre as coisas da vida! Quem tem medo de ser feliz também tem medo de ter expectativas e se frustrar, se as coisas não acontecerem como o desejado e, nem sempre elas acontecem como desejamos e nem no momento desejado; portanto, é preciso ter sabedoria para esperar que as circunstâncias da vida nos mostrem o melhor caminho e o momento de fazer as coisas acontecerem. A vida sempre nos mostra o caminho, às vezes a gente não percebe ou não quer ver.

Nossas expectativas são frutos de desejos e necessidades e nos fazem imaginar o que aconteceria ali na frente. Nossos desejos nos fazem criar roteiros e cenas, somos capazes até de imaginar, às vezes até com riqueza de detalhes, o que achamos que vai acontecer no futuro. Desejar é necessário para a nossa saúde física e emocional, porém, nossos desejos precisam ser realistas, precisamos entender as condições objetivas da nossa realidade para que não criemos expectativas irreais e não alimentemos o autoengano.

 Assim como têm as pessoas realistas, também têm as pessoas que são especialistas em criar expectativas negativas, pois elas acreditam que pensar o pior as protege de decepções e frustrações e dessa forma, o que acontecer de bom vai ser lucro. Ledo engano! Na verdade, o negativismo só faz antecipar frustração e sofrimento – nós somos o que nós pensamos: se pensamos negativamente, internalizamos sofrimento; se pensamos positivamente, internalizamos possibilidades de felicidade. Só pensar positivo também não resolve, precisamos ter atitude para que nossos sonhos se realizem.

Tudo na vida tem o lado bom e o lado ruim. Buscar criar o equilíbrio entre expectativa e realidade, nos protege de viver uma preocupação intensa diante dos acontecimentos do cotidiano. Vivemos ansiosos (outra mazela do século XXI e mais uma triste estatística nossa, o Brasil é considerado o país mais ansioso do mundo) e isso pode levar ao adoecimento, pois uma expectativa exacerbada deixa qualquer um muito ansioso, o que pode ser gatilho para um quadro depressivo.

          Precisamos nos cuidar e vigiar nossos pensamentos e ações. Mais do que desejar, precisamos ter ações para transformar nossos sonhos em realidade. A vida é feita de possibilidades, de alegrias, de frustrações, de sofrimentos e, principalmente, de muitos recomeços. E como na canção do Frejat – “Desejo, que você tenha a quem amar. E quando estiver bem cansado, ainda exista amor pra recomeçar”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.