“O desprezo é a forma mais sutil de vingança”

 

A vingança é um tema sempre presente na literatura, filmes, novelas, sendo garantia de sucesso, por isso a novela Caminho das Índias alcançou um dos maiores índices de audiência na semana passada, ao apresentar a cena em que a Melissa Cadore, (Cristiane Torloni) além de dar uma surra na Yvone (Letícia Sabatella), amante de seu marido, confiscou as jóias caríssimas que ele havia dado a ela de presente. Esse acerto de contas era ansiosamente esperado por todos os noveleiros de plantão, especialmente as mulheres, que clamavam por vingança. Quantas mulheres já arderam de vontade de dar uma surra em quem teve um caso e se envolveu com seu marido ou namorado? Pronto! a Melissa Cadore foi lá e realizou o sonho de qualquer mulher traída.

Não vou aqui analisar o fato de que Ramiro, o marido (vivido por Humberto Martins), é um sedutor inveterado e um traidor contumaz; que Melissa é quem se encarrega de terminar com todos os casos amorosos dele; que outras amantes vão continuar aparecendo na vida dele; que ele sai ileso de todas essas situações e quem apanha sempre é a outra… Minha intenção, nesse artigo, não é a de analisar esses fatos e sim comentar o quanto a idéia de vingança está presente em nossa cultura (bateu levou; olho por olho, dente por dente), que ela faz parte do “inconsciente coletivo” e apesar de ser uma reação humana momentaneamente prazerosa (pesquisas comprovam que a vingança é acionada na mesma região cerebral responsável pela sensação de recompensa), ela não faz cessar a dor e o sofrimento.

O problema é o depois!

A vingança, normalmente, não é um ato impensado e sim fruto de uma dor ruminada e de troco “deliciosamente planejado. Cultivar o sentimento de vingança é garantir o sofrimento e um sinal inequívoco de que o outro continua presente em sua vida; além do que, essa é uma energia ruim que desequilibra as pessoas, as torna vulneráveis e doentes. Se você imagina que, ao se vingar, vai fazer o outro passar pelo mesmo sofrimento que você passou, você está iludida (mais uma vez). Ele(a) pode até sentir dor, mais a dor dele(a) é completamente diferente da sua.

Enquanto você concentrar sua atenção em quem lhe feriu e prejudicou, você deixa de focar sua atenção nas pessoas que lhe amam. Procure sair do papel de vítima e não permita que ninguém destrua sua paz. Nós temos a responsabilidades sobre nossas ações e emoções. A vingança não é uma boa estratégia para solucionar um problema.  Existem outras formas de se lidar com traições e infidelidades. Foque-se em você e recupere o seu poder de gerenciar sua vida.

O mundo é redondo e dá voltinhas…

Não perca seu tempo e nem gaste a sua energia pensando em como dar o troco e se vingar de alguém que lhe traiu, feriu ou prejudicou. Isso não vai eliminar o seu sofrimento, muito pelo contrário, só vai fazer você continuar trilhando o caminho da dor e mantê-la (o) ligada (o) a tudo o que aconteceu. Não há resposta melhor do que o silêncio, esquecimento e o desprezo para alguém que não merece permanecer mais em sua vida. Delete!!!

Siga sua vida, gaste seu tempo e energia com o que e quem realmente vale à pena. Coloque-se como centro da sua vida e faça coisas que lhe deixem bem. Busque a alegria e a paz interior,  pois como bem diz o poeta Mário Quintana “Não te irrites, por mais que te fizerem… Estuda, a frio, o coração alheio. Farás, assim, do mal que eles te querem, teu mais amável e sutil recreio”. Além do que, o mundo é redondo e dá voltinhas… Seja feliz!

 

 

Post Tagged with

5 Responses so far.

  1. ULISSES PEREIRA disse:

    Eu vi o texto….no meu caso simplesmente levei uma bloqueada á queima a roupa na mídia e o pior….por uma colega de cursinho e que ainda se diz evangélica . Foi o caso mais estranho,pois desejei ligar até para cumprimentar pelo novo emprego e pedir o custo de anúncio,conclusão: nem por email e nem por telefone não respondeu nada.
    Por último me excluiu….como a sociedade ficou fria,incrível!

  2. jose disse:

    amigos.mulher traiu faca de conta que nunca viu.deixa ela se acabar sozinha no abismo da desmoralização. traição mata aos poucos

  3. Lucineide disse:

    Isso mesmo não vale a pena mesmo vou esquecer e ser feliz ele não me merece!

  4. Lucineide disse:

    Isso mesmo não vale a pena mesmo vou esquecer e ser feliz ele não me merece!

  5. Cesar anjos disse:

    Muito se fala muito se ver. Resentimento nao vida de lamento. Para nao se tornar um alimento. Pois o sentimento nao pode trazer a vida sofrimento . Viva o momemto que de passado so vive o museu. Hoje pode ser o amanha que sentimento nao me recordo mas de ti.. traicao nao contesta o coracao . O mundo da voltinhas….. vida que seque cada um busca sua felicidade…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.