NATURALIZAÇÃO DA BARBÁRIE!

 

No dia 26 de maio um episódio de barbárie chocou o país: 33 homens, armados de fuzis e pistolas, estupraram uma garota de 16 anos, filmaram a adolescente desacordada, sangrando e postaram as imagens na internet. Nas filmagens eles aparecem comemorando, felizes com a consumação daquela barbárie, enquanto a jovem desacordada é exposta como um troféu! E vários outros homens comentam a postagem fazendo piada com a situação – os criminosos demonstram estar tão convictos da impunidade que nem se preocupam em esconder seus rostos, muito pelo contrário, eles fazem questão de aparecer, de se mostrar.

Há um ano, no dia 27 de maio de 2015, em Castelo do Piauí, quatro adolescentes – duas de 17 anos, uma de 16 e outra de 15 – se deslocaram até um ponto turístico da cidade a fim de fazer fotos para um trabalho escolar e, quando estavam retornando para suas casas foram brutalmente agredidas por cinco homens (quatro menores e um adulto) que as amarraram, espancaram, estupraram e depois as arremessaram do alto de um penhasco. Este foi mais um crime de estupro coletivo e feminicídio (uma das garotas não resistiu aos ferimentos e faleceu) que aconteceu no país.

E a escalada de violência contra as mulheres não para. Os registros de estupros aumentaram 168% nos últimos cinco anos e vejam bem, apenas 35% dos crimes sexuais são notificados. A cada 11 minutos uma mulher é estuprada. Basta!  Não vamos ficar em silêncio. Nós mulheres nos sentimos cada vez mais desprotegida em viver num país onde a CULTURA DO ESTUPRO se fortalece cada vez mais, inclusive com declarações públicas: um deputado federal, misógino e homofóbico de carteirinha, agrediu uma deputada dizendo publicamente “que só não a estuprava porque ela não merecia”, como se o estupro fosse um prêmio que as mulheres desejassem receber, um reconhecimento público de gostosura.

Este mesmo parlamentar, na época da votação do empeachment, dedicou o seu voto em memória ao Coronel Brilhante Ustra, reconhecido como torturador durante o período da ditadura militar, que entre as crueldades que cometia, estuprava e matava mulheres – além disso, ele perversamente colocava ratos e baratas nos órgãos genitais das mulheres para torturá-las. Isso tudo é inominável!

O art. 213 do Código Penal dispõe que “constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso” é crime. E, pasmem apesar do estupro ser considerado um crime hediondo, a pena estabelecida pela lei é de 6 a 10 anos de reclusão; e no caso de menores que participam de estupro a pena é menor ainda, de três anos de internação. Enquanto isso, as mulheres vítimas de estupro ficam marcadas para o resto da vida.

Saiba que você reproduz a cultura do estupro quando compartilha vídeos, fotos e comentários machistas que exponha a mulher como objeto de prazer; quando divulga a ideia de que o sexo forçado é um desejo das mulheres e que elas seduzem os homens, que usam roupas que mostram o corpo porque desejam e merecem ser violentadas. A culpa do estupro não pode ser atribuída à mulher, ela é vítima!

O estupro e o feminicídio precisam ser erradicados de nossa sociedade! Precisamos nos unir, homens e mulheres de bem, para exigir que a pena para esses crimes sejam bastante aumentadas.  Eu luto pelo fim da cultura do estupro e você, vai se manifestar ou vai ser conivente?

Post Tagged with

4 Responses so far.

  1. Trudy disse:

    You write so hontesly about this. Thanks for sharing!

  2. http://www./ disse:

    I am missing the use of confidence intervals around effects of interests like mean difference or around effect sizes. A p-value is usually a rather useless information and only ci as an estimate of the likely range of the effect. And since the correct definition of confidence intervals is awkward, I also wsh to have started with Bayesian statistics and not with frequentist.

  3. http://www./ disse:

    I ordered a tool from Sears for home delivery last week. A few days later, Sears sent an email stating that the item had been shipped, and gave an order confirmation number that when “Clicked On”, took me to the UPS website, where it stated that the order had been delivered a month ago in the next state over. I don’t know if I’ll ever see the package.Obviously, Sears has some major issues with their mail order processing also.

  4. http://www./ disse:

    O MY GOD!!!! I Live in johnston,ri I took my dog out on the porch because I thought I smelled a skunk put the light on and was scared to death all I could see was TEETH now I know this is what I saw!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.