Foi bom pra você?

Uma das piores coisas que pode acontecer na vida sexual de um homem é ele “falhar” na hora do sexo (não conseguir ter/manter ereção). “Falhas ocasionais” são comuns de acontecer (embora a maioria dos homens neguem), mas isso costuma ter um efeito devastador, provocando frustração, vergonha, ansiedade… pois a reafirmação da masculinidade depende da satisfação sexual de sua parceira. Além do que, para muitos homens, uma mulher não satisfeita sexualmente irá traí-lo ou abandoná-lo.

A disfunção erétil (impotência sexual) é a disfunção sexual mais comum entre os homens e a menos tratada também. O medo de um dia “brochar” é um fantasma que assombra os homens e, se já aconteceu uma única vez, esse medo aumenta absurdamente. A maioria dos casos de falhas de ereção pode ser transitória e provocada por fatores como ansiedade de desempenho (preocupação com a performance sexual); estresse em casa ou no trabalho; insatisfação com a própria imagem corporal (tamanho do pênis, obesidade); educação sexual rígida; dificuldades relacionais; orientação sexual mal resolvida; abuso de álcool… Embora o emocional seja um dos principais fatores causadores da disfunção erétil, ela também pode ser provocada por fatores orgânicos como diabetes, problemas circulatórios, cardiovasculares… Em qualquer circunstância, assim com pensar em sexo costuma provocar tesão e ereção, pensar que vai falhar pode impedir/dificultar a ereção.

 

ABRA O JOGO E CONVERSE

 

Se discutir a relação já é difícil para muitos homens, imagine discutir a relação sexual! Por vergonha ou por não admitirem a dificuldade, deixam de conversar sobre o assunto com suas parceiras e passam a arrumar desculpas para evitar o sexo (acho que eles aprenderam isso com as mulheres). Por outro lado, as mulheres também têm muita dificuldade em lidar com isso: melindram-se, acham que não são atraentes o suficiente, sentem-se rejeitadas ou preferem achar que ele tem outra. Uma conversa afetiva e aberta sobre o assunto é imprescindível. Escolha um momento em que vocês possam conversar com tranqüilidade, afetivamente (claro que não na hora do sexo), pois muitas dificuldades sexuais podem ser resolvidas ou melhoradas através do diálogo.

 

SEM DESEJO NADA ACONTECE

 

As exigências profissionais, econômicas, relacionais e o estresse da vida moderna comprometem a potência do homem. Por outro lado, as mulheres estão se tornando cada vez mais auto-suficientes e poderosas (são independentes, ocupam cargos importantes, ganham bem…) e isso tem deixado os homens muito inseguros, pois sentem que perderam o poder de decidir, de suprir… A impotência na cama também pode ser reflexo da impotência na vida. Além do que, muitas relações são tão superficiais que a preocupação com o desempenho passa a ser o mais importante (as mulheres até podem fingir orgasmo, mas os homens não podem fingir uma ereção). É importante e saudável que o relacionamento do homem seja com a sua parceira e não com o seu pênis e que o desejo verdadeiro seja o prazer de ambos.

Cada pessoa tem um apetite sexual próprio, por isso é desaconselhável que homens sem problema de ereção busquem nos medicamentos uma forma de “apimentar” o sexo (remédio se toma por necessidade). Resgate o seu poder de sedução através das “preliminares”, do lúdico, da carícia, do beijo, do toque e, se mesmo assim o problema persistir, não deixe de procurar ajuda especializada (Urologista, Psiquiatra, Psicólogo), pois o diálogo ajuda mas não resolve tudo… Assim, você se sentirá  mais confiante e não terá necessidade de fazer a fatídica pergunta: foi bom pra você?

Post Tagged with

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.