DESORGANIZAÇÃO X FUNCIONAMENTO CEREBRAL

 

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde-OMS, a expectativa de vida de um bebê nascido no Brasil, hoje, é de 75 anos. Estamos vivendo mais, isso é fato! Mas, o grande diferencial, com certeza, é o de se conseguir viver mais com qualidade de vida. Aprendemos que precisamos ter uma alimentação mais saudável, que o exercício físico é fundamental, assim como também ter um sono reparador, mas é essencial  aprendermos também a cuidar do nosso cérebro, esse órgão que apesar de representar apenas 2% da massa do corpo, comanda todo o espetáculo da elaboração do pensamento e da memória, direcionando a nossa caminhada pela vida.

O funcionamento do nosso cérebro não é linear, pois depende da forma com que ele é estimulado e cuidado.  Estudos da neurociência têm apontado os principais inimigos de um funcionamento cerebral adequado e entre eles estão: a privação de sono; o sedentarismo; abuso de álcool, nicotina e café; uso de drogas; a mesmice das rotinas da vida e dos trabalhos repetitivos; as multitarefas (fazer várias coisas ao mesmo tempo); a ansiedade (que tira o foco do aqui e agora e passa para o lá-então) e a desorganização do espaço físico (seja ele em casa ou no trabalho).

Pois é, sabe aquela bagunça que você insiste em dizer que não lhe atrapalha em nada (e se precisa negá-la, provavelmente ela é grande), e  é fruto da sua procrastinação (depois eu faço, depois eu guardo, depois eu arrumo), ela atrapalha sim! Ela prejudica o funcionamento do seu cérebro, além de provocar irritação e estresse. Organizar o seu espaço é essencial para você ter foco e garantir um bom rendimento e produtividade – procurar com frequência pelas coisas gera um gasto desnecessário de energia, que podia ser utilizada com outra coisa, além de provocar cansaço mental.

Pesquisas revelam que o excesso de estímulos visuais, ou seria melhor dizer de informações, existentes em um espaço bagunçado atrapalham a nossa concentração (difícil de se concentrar em uma coisa só), pois o nosso cérebro fica limitado em sua capacidade de processar e armazenar as informações na memória. Dessa forma, fica claro que as pessoas desorganizadas têm mais dificuldades em elaborar o pensamento e manter o foco nas tarefas e, principalmente, quando são cobradas pela desarrumação, não conseguem sair da zona da irritação, da frustração, do cansaço e do estresse.

Em princípio, o que estou escrevendo não deve ser novidade para vocês, pois parece óbvio que a organização melhora a vida, a produtividade e é necessária para o nosso desenvolvimento pessoal e profissional (não estou falando das pessoas que têm verdadeira obsessão por limpeza e arrumação, isso é doença), mas, então, por que muitas pessoas se atropelam na sua bagunça e não conseguem se organizar? Eu diria que muitas coisas atrapalham e entre elas, sem dúvida, a procrastinação (deixar tudo para depois) e a acumulação desnecessária de coisas que são guardadas, porque poderão vir a ser úteis em algum momento da vida.

No mais, pensando na nossa possibilidade de longevidade e no benefício que é envelhecer lúcido e com saúde, aproveite e introduza o conceito de prontidão (estar disponível e pronto para agir imediatamente) na sua vida, ou seja, ponha em prática o velho ditado que diz “não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje”.  Priorize a organização do seu espaço físico, sabendo que isso é fundamental para estruturar a sua vida e, por falar nisso, seu quarto está organizado?

 

 

 

Post Tagged with

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.