BONEQUINHAS PRECOCES

As crianças estão crescendo rápido demais, especialmente as meninas estão delineando o corpo antes do tempo; menstruam mais cedo… até o dente do siso tem nascido bem antes do que era comum acontecer. Além das mudanças na imagem corporal, está ocorrendo uma mudança na conduta: antes vestiam as roupas da mãe, calçavam os sapatos de salto alto, maquiavam-se e desfilavam pelo meio da casa – o que era absolutamente natural, afinal de contas, as mães são referência de afeto e modelo de imitação. Hoje, as meninas se produzem toda para sair, queimando etapas, brincando de gente grande antes do tempo, trocando a infância pela adolescência, antes mesmo de passar pela puberdade (processo de desenvolvimento orgânico, corporal).

Meninas, entre 10 e 12 anos, já se consideram adolescentes e pensam e agem como tal: usam maquiagem; pintam as unhas; fazem mechas no cabelo; só andam produzidas; usam salto alto e óculos escuros; cuidam do cabelo e o seu kit beleza inclui um secador e uma chapinha; preocupam-se com moda e dieta; comemoram seu aniversário com festa, transformando o salão de recepção em boite; usam roupas insinuantes; não vivem sem celular e computador (tem orkut e são hábeis no msn); são precocemente erotizadas e começam a namorar muito antes do que seria o recomendável. Estamos formando bonequinhas precoces e que estão tendo sua infância roubada.

A INFÂNCIA ROUBADA

A infância é um período mágico, lúdico e encantador, mas está ficando cada vez mais curta. Meninas de 9 e 10 anos estão “parecendo adolescentes”: vestem-se, falam e comportam-se como se tivessem bem mais idade e, o que é pior, estão sendo incentivadas e cobradas a agir assim. Estão deixando de brincar. Bonecas, só pra ter e colecionar; jogos só os eletrônicos e o computador vem substituindo, cada vez mais, um contato mais pessoal com os amigos.

Elas se preocupam, falam e conversam sobre dietas, beleza e moda com a maior desenvoltura, por isso a indústria da moda e da beleza tem investido tanto nesse segmento. É visível o fato de que as crianças estão amadurecendo muito mais cedo, principalmente por conta dos hábitos da vida moderna mas, o lúdico, o brincar são extremamente necessários para o seu amadurecimento físico e emocional.

 MENININHAS – MOÇAS

Muitos pais sentem-se inseguros ao decidir o que os filhos podem ou não fazer. As crianças precisam ter segurança para crescer e amadurecer de forma saudável e, para que isso ocorra, é preciso que os pais e demais adultos que lidem diretamente com elas, lhes mostrem e digam o que é certo e errado, estabelecendo parâmetros para que elas possam integrar o novo.

Quando deixamos claro que não concordamos com determinada postura, situação ou estilo de vida, o argumento de nossos filhos é sempre o mesmo: só você que não deixa ou eu vou ser a única diferente na turma. Pois que seja! Nós somos responsáveis pelas nossas filhas e isso inclui educá-las; cuidar delas sem superprotegê-las; estabelecer limites; adequar aspectos culturais, sociais e cognitivos de acordo com a faixa etária; não estimular a precocidade nos comportamentos, hábitos de consumo… As crianças podem estar fisicamente maduras, mas não estão emocionalmente preparadas para enfrentar o mundo, embora estejam cada vez mais exigentes e informadas e achem que já são mocinhas. Nosso dever é garantir que as crianças vivam a sua infância e a adolescência, com tudo o que tem de direito, para que possam amadurecer e se tornar adultos responsáveis.

Post Tagged with

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.