APRENDA A TER GRATIDÃO PELAS PEQUENAS COISAS

 

É impressionante como as pessoas reclamam da vida! Nos dias de hoje, não dá mais para você cumprimentar alguém dizendo como vai, pois você corre um risco imenso de que a pessoa aproveite a chance da saudação, embora a sua intenção seja tão somente dizer um olá, e passe a lhe relatar uma série de mazelas, queixas e reclamações envolvendo tudo e todos; na tentativa de abreviar o relato, você não manifesta nem uma opinião, diz que está com pressa ou ensaia um, pois é, que pena, que desagradável, porém o outro ignora a sua fala e, às vezes, segura até no seu braço como forma de retê-lo.

E, o mais impressionante, é que essas coisas costumam acontecer com pessoas as quais você não tem a intimidade necessária que justifique essas confissões. Com amigo é totalmente diferente! Há cumplicidade suficiente para o mesmo ligar nos momentos de precisão, pedindo colo, carinho e aconchego que vai ter tudo isso e muito mais; além disso, se for o caso, com amigo você pode dizer o que pensa e, se você achar que ele fica o tempo todo se queixando, dando uma de coitadinho, o vínculo entre vocês garante um espaço para a sua fala.

RESIGNIFIQUE EXPERIÊNCIAS

Nós vivemos em um tempo no qual o culto a individualidade é muito presente (primeiro eu, eu me amo, eu sou minha prioridade na vida), e isso provoca o enfraquecimento dos laços afetivos. As pessoas estão se sentindo cada vez mais solitárias. A expressão do afeto tem sido muito escassa, assim como mais raros têm sido os encontros – o que tem se agravado com essa onda de violência que vem tomando conta da cidade, nos obrigando a ficar trancados em nossas casas e, nem assim, estamos seguros- ou banalizada nas redes sociais, onde o eu te amo passou a ser um jargão repetido por muitos.

Que as redes sociais encurtam distâncias, amenizam saudades e nos aproximam dos outros é fato, mas nada substitui o contato físico. É o convívio com as pessoas que reforça os laços de afeto e de amizade; nos torna mais felizes; garante uma sexualidade plena; compensa as banalidades e as circunstâncias desagradáveis do cotidiano; potencializa a saúde; favorece a longevidade; ajuda a resignificar experiências; amplia possibilidades e oportuniza a presença dos outros em nossa vida.

REINVENTE A VIDA!

Em vez de reclamar e lamentar-se de tudo e responsabilizar os outros pelo que acontece com você, aprenda a ter gratidão pelas pequenas coisas que a vida lhe proporciona. O individualismo e a solidão surgem em decorrência da ideia de que tudo tem que ser grandioso e importante, não havendo lugar para se viver com o essencial e o necessário. Assim, simplicidade, leveza, delicadeza e tranquilidade precisam ser resgatadas como objetivos de vida por quem deseje viver na energia da luz e da paz. Modifique o que estiver lhe causando desconforto,  afaste-se de quem não agrega valor a sua vida e tenha fé no que virá!

A vida acontece no movimento e nos detalhes. Então, preste atenção ao seu redor e valorize uma boa música, uma paisagem bonita, uma comida com qualidade, um ambiente arejado e saudável, o encontro com os amigos, o aprendizado de algo interessante, a conquista de novos amigos e a fidelidade aos antigos,permita-se viver trocas afetivas, encontros amorosos e procure realizar desejos e sonhos. Reinvente a sua vida, ame quem mereça ser amado (comece por você), cuide bem dos seus afetos e permita-se ser feliz!

Post Tagged with

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.