A vida depois do câncer

Não há quem receba um diagnóstico de câncer e não fique muito fragilizado ou até mesmo entre em pânico, pois, até bem pouco tempo, essa doença representava uma sentença de morte. Mas, felizmente, essa situação mudou em função dos avanços da medicina, o que garante um diagnóstico mais preciso e um tratamento mais eficaz, com a utilização de drogas mais potentes e menos tóxicas e com o aperfeiçoamento de técnicas cirúrgicas menos invasivas e como resultado as estatísticas dos sobreviventes do câncer crescem  a cada dia.

Quanto mais cedo a doença for diagnosticada, melhor o prognóstico de tratamento do câncer: uma doença multifatorial com características genéticas, psicológicas, nutricionais e ambientais. A doença se apresenta diferente de pessoa para pessoa, portanto não adianta fazer comparações com o desenvolvimento do câncer em outras pessoas e muito menos buscar na internet a resposta para seus questionamentos, pois só o médico que está acompanhando o caso e tem acesso aos exames e demais procedimentos médicos será capaz de lhe dar respostas mais precisas e lhe explicar todas as etapas do tratamento.

Alma leve e organismo forte

Diante de um diagnóstico como o câncer o desafio é salvar a própria vida. Além de seguir rigorosamente as recomendações médicas, procure ajuda psicológica, pois é fato que o câncer progride mais rapidamente nas pessoas que não conseguem lidar com o estresse provocado pela doença. O nosso corpo reage a todos os estímulos emocionais presentes em nossa vida, por isso sua relação emocional com o mundo vai contar muito para o restabelecimento da sua saúde; a razão e a emoção precisam estar mais próximas para que o pensamento e a ação caminhem juntos.

Nós permitimos e facilitamos certas invasões no nosso corpo cultivando mágoas, raivas, ressentimentos e silêncios e os conflitos não resolvidos são transferidos para o nosso corpo, geram doenças e interferem na recuperação de qualquer enfermidade. Aprenda com esse momento difícil a reforçar os laços emocionais com familiares e amigos, modifique o seu cotidiano, reinvente o viver e se empenhe no processo de resgate de sua saúde.

Reinventando o viver

O tratamento de uma doença como o câncer provoca uma mudança grande na rotina da vida do doente e de seus familiares, exigindo uma readaptação das atividades diárias, criando condições para que você viva mais e com mais qualidade. A possibilidade da morte nos faz valorizar a vida e essa é uma excelente oportunidade para repensar valores e escolhas; validar amizades; amar o seu amor; ser mais generoso e amoroso; demonstrar gratidão; refazer caminhos e se transformar numa pessoa melhor reinventando o viver.

Parte da cura está na vontade de ficar curado (emocional) e na fé de que isso aconteça (espiritual). Deseje e tenha fé em sua cura! A presença da família e dos amigos ao seu lado, oferecendo um abraço estreito e acolhedor, incentivando a superar as dificuldades e a dor e criando um ambiente de calma, tranqüilidade e afeto são aliados fundamentais no tratamento. Se permita sonhar com um amanhã repleto de prazer e alegrias; aloje a esperança em seu coração, pois é possível se ter uma vida com qualidade após o câncer: a atriz Patrícia Pilar e a apresentadora Ana Maria Braga são exemplos de quem venceu a doença e continuam a desenvolver as suas atividades de forma ainda melhor, após este teste forçado de superação e valorização à vida. Tenha fé na vida! Tenha fé no que virá!

Post Tagged with

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.