A MÁGOA NOS PRENDE AO PASSADO

 

 

Lidar com a decepção, com o abandono, com a sensação de não ter sido compreendida, valorizada, de ser injustiçada ou mesmo traída por alguém que faça parte dos seus afetos, provoca muita mágoa e essa é uma emoção difícil de conviver. Sem que você se dê conta, a mágoa invade seu corpo, se instala em seu coração e toma conta da sua alma, provocando tristeza, infelicidade e até mesmo doenças.

É claro que ao se sentir magoado com palavras mal empregadas, com a falta de atitude ou de cuidado de alguém em que você confiava, tendemos a responsabilizar totalmente o outro por nosso sofrimento, mas será que o desejo dele era de nos magoar? Será que é correto nos eximir e tão somente delegar ao outro a culpa pelo fato acontecido? Será que cuidar do nosso coração é tarefa do outro? “Deixe em paz meu coração, que ele é um pote até aqui de mágoa e qualquer desatenção, faça não. Pode ser a gota d’água”. Eu penso que isso é tarefa pessoal e intransferível, amado Chico.

Em vez de se perguntar por que o outro lhe magoou, pergunte por que se sentiu tão ofendido? Por que permitiu que isso lhe desestabilizasse? É claro que não devemos ser coniventes e fazer de conta que nada aconteceu, quando de fato aconteceu (guardar para si, se calar só faz aumentar o ressentimento) e é natural e saudável ficar com raiva e magoado. Tomar consciência do que você está sentindo é o primeiro passo para que possa se livrar dessa sensação tão desagradável. Mas só isso não resolve! É fundamental que você se disponha e procure ter um diálogo franco e aberto com o outro, onde você possa falar do seu sentimento, sem acusações, ouvindo o que o ele tem pra lhe dizer, dando oportunidade para desculpas, explicações e refazer o caminho em direção a você, se for o caso.

A mágoa é um sentimento que nos faz retornar ao passado e ficar preso em algo que já aconteceu. Ao nos fixarmos no passado, eternizamos uma ligação pesada com alguém que talvez nem esteja mais nessa energia ou, dependendo do que aconteceu, tenha deixado de ter tanta importância na nossa vida.

A mágoa é mais do que uma dor do passado; é um sofrimento do presente. Se as coisas não aconteceram como você desejava e isso lhe trouxe sofrimento, não permita que isso limite a sua capacidade de viver o presente. Assim como o prazer e a alegria, a mágoa e o sofrimento também fazem parte da vida de todos nós. As mulheres padecem do “mal da mágoa” por isso não costumam sentir desejo pelos parceiros quando estão magoadas – quando se recusam a fazer sexo (o que os homens não entendem), o motivo da recusa não é vingança e sim uma forma de mostrar o quanto estão decepcionadas e ofendidas.

Não podemos mudar o que aconteceu, muito menos mudar o comportamento de quem nos magoou, mas não devemos nos permitir eternizar sofrimento e adoecer por conta disso. Fique atento ao momento presente e se você está magoada com alguém tente “limpar” o que aconteceu e restabelecer o vínculo. Uma boa conversa é o caminho e como diz Gabriel Garcia Marques (escritor colombiano) “A vida de uma pessoa não é o que lhe aconteceu, mas o que ela recorda e como recorda”. Faça o melhor por você, deixe as mágoas no passado e gaste sua energia com coisas mais prazerosas. Agora, se há muita reincidência e você avalia que não vale a pena mais conversar, que tudo já foi dito tantas vezes… você tem um motivo a mais para se livrar do passado. A vida anda… e de coração limpo fica mais fácil caminhar em direção da paz e da felicidade.

Post Tagged with

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.