A CRIANÇA QUE HABITA EM MIM…

Você se lembra da sua infância? Neste momento, feche os olhos e tente se lembrar de um fato acontecido  quando você era  criança e que tenha lhe marcado. Espero que tenha sido uma lembrança agradável (o que seria, provavelmente, indicador de um tempo feliz em sua vida). Mas, por  onde anda a criança que você foi ?  Segue dentro de você ou se perdeu nas estradas da sua vida?

As crianças sabem , como ninguém, produzir felicidade, eternizar momentos e criar magia em toda parte, através da fantasia e da brincadeira. O nosso cérebro precisa do exercício mental para desenvolver a criatividade, produzir conhecimentos,  criar realidades e transformar a vida. A criança que não brinca não é uma criança, mas o adulto que se perdeu da criança que um dia foi, talvez tenha perdido o melhor de si e, provavelmente, vai ter dificuldade em ousar, em avançar na vida, em ser espontâneo, verdadeiro e saber viver uma felicidade autêntica. É verdade que ninguém consegue viver eternamente feliz (nem as crianças), mas se você observar as crianças brincando, sozinhas ou acompanhadas, vai perceber que elas vivem os seus desejos e não têm medo de se mostrar e de brigar pelos papéis com os quais se identificam na brincadeira, fazendo isso com uma singeleza e sinceridades absurdas.

“NADA COMO O TEMPO PARA PASSAR”

As crianças são regidas pelo principio do prazer (eu quero, eu posso) e, para elas o tempo é sempre “agora”. Elas vivem o dia-a-dia e seus desejos nunca ultrapassam poucos minutos, embora possam passar horas em uma atividade que as interessem. Só elas conservam a faculdade de ver a beleza nas coisas mais simples e ver o mundo como se tudo estivesse acontecendo pela primeira vez.

Para elas, ser compreendidas em suas necessidades e desejos é uma demonstração de aceitação, afeto e cuidado. O amor e o carinho continuam sendo a melhor forma de mostrar que você se importa com elas. Com os adultos, o efeito é o mesmo.Como se sentir amado se você não se sente valorizado, respeitado em suas escolhas, acolhido em suas necessidades, acarinhado cotidianamente, desejado pelo seu parceiro… Nós precisamos do outro para partilhar sentimentos, emoções, sensações e criar objetivos comuns para se ter um projeto de vida.

… COM A ALMA ABERTA E O CORAÇÃO CANTANDO

As crianças sabem que pra ser feliz é preciso produzir felicidade. A esperança é que faz com que a gente se mova no mundo em busca da paz interior,  para se viver feliz. Se apresse!  Prepare para você uma festa de céu, de lua, de estrela, de sol, de música, de brilho e  principalmente de alegria. “O coração do mundo é a pulsação da gente”. Por isso, não se constranja (apesar de todas as dores do mundo) de sentir alegre e de ter em sua vida dias de sol, por mais que muitas vezes você se engane na vida. Use e abuse de sua criatividade e imaginação, crie vida pra você, cante, ria e diga bobagem (isso faz bem para o espírito).

Quanto a mim, como bem diz Fernando pessoa “A criança nova que habita onde eu vivo, dá-me uma mão a mim e a outra a tudo o que existe, e assim vamos os três pelo caminho que houver”. Se você se perdeu da sua criança, vale a pena tentar reencontrá-la, pois, sem a pureza, a simplicidade e a verdade das crianças, fica difícil se viver o lúdico da vida. Só as crianças conseguem se emprestar aos outros e afastar a mão que insiste em apertar nosso peito, para deixar que os momentos vividos (os que merecem ser lembrados) façam festa em nosso coração.

 

Post Tagged with

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.