• USAR DROGAS É UMA ESCOLHA!

     

    Não é fácil conviver com alguém que usa drogas, especialmente se este alguém for um filho. Descobrir que um filho usa drogas mobiliza muitos sentimentos nos pais (angústia, raiva, culpa) além de provocar muitas discussões e acusações. Se isso estiver acontecendo na sua família, converse com seu filho e tente descobrir que tipo de droga ele está usando, qual o tempo de consumo e a frequência do uso. Mas, não se iluda, porque provavelmente ele vai mentir, tentar negar (ele só estava guardando para um amigo) ou minimizar ao máximo a sua descoberta.

    Mas a verdade vai aparecer, pois os pais ficam mais vigilantes. Porém, os filhos também passam a ficar mais atentos e só voltam para casa quando os efeitos das drogas desaparecem. De qualquer forma, fiquem atentos aos seguintes sinais: olhos vermelhos (o álcool, a maconha e a cocaína entre outros provocam vermelhidão nos olhos); dedos amarelados (a maconha provoca isso, porque eles fumam até o final); agressividade; estresse; irritação; isolamento da família; alterações de horários e rotinas; desmotivação; sumiços e vendas de objetos pessoais; alterações acentuadas no apetite e no peso; pedidos de dinheiro para familiares e amigos; sumiço de dinheiro e de objetos de casa, entre outros.

    Quando um adolescente usa drogas, isso nem sempre é sinal de que ele está com problemas ou que sua família é desestruturada; a adolescência é uma fase de experimentação, portanto, o vício acontece como resultado de uma escolha, eles resolvem experimentar para ver como é! As drogas proporcionam uma sensação rápida, forte e intensa de prazer e a lembrança do prazer é o maior estímulo para eles continuarem se drogando.

    O nosso cérebro possui um sistema de recompensa que quando detecta sensações de prazer (sexo, comida, bebidas, drogas…) é ativado e proporciona uma sensação muito grande de satisfação. Para vocês terem ideia do poder de algumas drogas, uma única dose de cocaína é capaz de deixar o sistema de recompensa do corpo dez vezes mais ativo do que qualquer outro prazer encontrado pelo cérebro. Assim, a vida de quem é usuário passa a funcionar tendo como foco conseguir cada vez mais droga.

    Os malefícios que as drogas provocam no organismo são imensos e todos nós sabemos; só defende que não faz mal quem é usuário. O prazer imediato que as drogas proporcionam leva ao vício, deixa sequelas e pode levar a óbito. Por isso, é muito difícil alguém que venha usando regularmente qualquer tipo de droga se livrar sozinho do vício, a não ser buscando ajuda da família e se tratando.

    Infelizmente, a cada dia mais jovens vêm se envolvendo com drogas, se destruindo e levando junto a família que sofre por vê-los se arruinando; sofre pela a conduta deles de mentir, se endividar e roubar para nutrir o vício; sofre com a agressividade deles; sofre com a vergonha social pelo que eles aprontam; sofre com as internações, entre outros. A melhor terapêutica continua sendo a prevenção. Vamos nos informar e conversar com nossos filhos sobre drogas!

    Post Tagged with

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *