• “O MEU MELHOR AMIGO É O MEU AMOR”

     

    É impressionante a capacidade que muitas pessoas têm de produzir infelicidade e desamor na vida delas. A verdade é que o coração da gente fica intranquilo e apertado sem amor próprio, pois é a autoestima que faz com que nos sintamos bem com a vida, encontremos energia para superar obstáculos e vencer desafios, acreditemos em nós mesmos e na  nossa capacidade de realizar sonhos e, mais do que isso, que tenhamos um compromisso pessoal com a alegria, com a qualidade de vida e com a felicidade.

    É preciso estar atento, sempre, às nossas emoções e sentimentos para que possamos caminhar de acordo com as nossas possibilidades do momento; realizar desejos é muito bom, mas nem sempre é possível na hora que se quer. Então, é necessário respirar, parar e esperar o momento certo em que tudo possa acontecer. Buscar a estabilidade emocional é indispensável para podermos fazer escolhas adequadas, superar fracassos, adequar nossa maneira de viver aos valores socialmente aceitos pela comunidade em que vivemos, tendo como pressuposto básico aprender a se amar e amar os outros. Só consegue ser amado quem se ama!

    A nossa humanidade nos mostra o quanto nós somos imperfeitos e aceitar isso como verdade de vida, significa não funcionarmos como nossos algozes e nem termos compromisso com o erro. Promover o auto boicote é muito fácil, basta nos comprometermos com metas irrealistas, pensar negativamente, desqualificar nossas conquistas, desacreditar nas nossas possibilidades e validar sempre as ações dos outros, simples assim! Agora, é preciso investir tempo e energia positiva para aprender a ser gentil, generoso e amoroso consigo mesmo, acolhendo as suas demandas e necessidades com suavidade e ternura. Se você não consegue ser cuidadoso e carinhoso com você, como esperar isso dos outros?

    Tudo o que a gente produz na vida da gente depende ou fica mais fácil de acontecer se tivermos uma boa autoestima. Quem tem uma baixa autoestima não se ama, sente-se inseguro, desvalorizado, teme a opinião dos outros, não sabe dizer não e por ter necessidade de aprovação constante vive procurando agradar a todos, podendo tornar-se dependente de relações destrutivas – na vida,  temos o que julgamos merecer, quem acha que merece muito da vida não vai se contentar com pouco, vai procurar se vincular a pessoas que saibam amar e receber amor.

    Viver bem não é tarefa para preguiçoso, pois dá muito trabalho. Embora não exista nenhuma fórmula que nos ensine a aumentar o nosso amor por nós mesmos, a qualquer momento de nossas vidas podemos transformar ou aumentar o nosso bem querer por nós colocando em prática a poesia tribalista que diz “o meu melhor amigo é o meu amor”, além disso, ter atitude é algo que ajuda muito. Acredite em você, valorize o que você tem de melhor, acredite que você é um ser humano único e diferenciado e que cada pessoa é bonita e especial ao seu modo. Saber que você é único já devia ser motivo especial para  se amar.

    Invista em você! Fique atento as suas possibilidades e limitações; descubra os seus talentos e exercite-os; valorize o que você tem de melhor e caminhe de acordo com o que os seus pés lhe permitam caminhar; assuma seus erros e aprenda com eles; seja resiliente e resignifique seus atos; invista em sua saúde física e emocional. Todos os dias, ao acordar,  comprometa-se tanto em fazer algo que lhe dê prazer e alegria quanto  em fazer o mesmo por outra pessoa. Como já dizia o poeta Drummond “amar se aprende amando”. Comece por você,  ame-se e ame quem mereça ser amado.

     

    Post Tagged with

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *