• O BRASIL É O PAÍS MAIS ANSIOSO DO MUNDO.

    Nós estamos cada vez mais expostos ao estresse e ao medo, o que tem provocado um aumento considerável de ansiedade em todos nós. Vivemos assombrados com a violência a nossa volta; além disso, temos que saber lidar com as urgências da vida moderna, com a competitividade social e com todas as necessidades forjadas pela cultura da beleza, do poder e do sucesso, e isso sem falar na luta pelo emprego, pela sobrevivência e para dar conta de arcar com tantas obrigações mensais – o endividamento da população está cada vez maior.

    As pressões sociais são inúmeras! As estatísticas são alarmantes: estima-se que no mundo existam 264 milhões de pessoas vivendo com Transtorno de Ansiedade e nós, segundo os dados da organização Mundial de Saúde (OMS), somos considerados o país com mais pessoas ansiosas no mundo – 9,3% da nossa população sofre de transtorno de ansiedade, quase o triplo da média mundial. E essa terrível estatística não para por aí, também somos considerados o quinto colocado em geração de depressão e de transtornos decorrentes de ansiedade.

      A ansiedade é um sentimento de insegurança, de medo e angústia em relação a qualquer coisa que ainda nem aconteceu, mas que ameaça seu bem-estar físico e emocional. É comum nos sentirmos ansiosos diante de determinadas situações na vida, bem como diante de uma prova de vestibular, de uma entrevista de emprego, de um primeiro encontro amoroso, porém, em qualquer circunstância, quando ela se torna excessiva, deixa de ser um instrumento de sobrevivência, permanece por longos períodos, rouba nossa paz e tranquilidade e provoca muito sofrimento, por consequência ela vira patológica e passa a ser um transtorno.

    O estresse é o representante emocional da ansiedade e o medo é uma de suas características. Ela é resultado da pressão do meio ambiente, da nossa estrutura emocional e da forma como lidamos com nossos medos (seja ele real ou imaginário), inseguranças e pensamentos negativos. A ansiedade é um receio sem causa evidente, mas que é vivido como real e, como tal seu corpo padece e reage de forma imediata.

    Preste muita atenção aos seguintes sintomas, pois eles costumam ser característicos de um Transtorno de Ansiedade: é um mal estar que percorre o corpo provocando taquicardia, sudorese, respiração acelerada, boca seca, sensação de peso no peito, suor nas mãos, inquietação intensa, irritabilidade, insônia, insegurança, dificuldade de concentração, cansaço, pensamentos negativos com relação ao futuro, preocupação excessiva com as coisas do cotidiano e uma sensação absurda de que todos esses sintomas vão durar para sempre – você sente seu coração bater na boca e parece que ele quer sair do seu corpo!

    Se você se reconhece nesses sintomas procure ajuda especializada imediatamente (médica e psicológica) a fim de que você possa voltar a ter controle sobre suas sensações e emoções. Vivemos tempos muito difíceis! Precisamos estar atentos a nossa humanidade e nos conectar com os valores éticos e morais para que possamos caminhar em direção à luz e à paz. Apesar de tudo, a boa nova é que a produção científica tem ampliado seus conhecimentos sobre esses transtornos de ansiedade e as formas de tratamento estão muito mais eficientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *