•  GOLPE DO NAMORO VIRTUAL, CUIDADO!

     

    Na semana passada, em entrevista na TROPPO, a Delegada de Polícia Civil Karina Campelo alertou para os perigos dos crimes cibernéticos, conhecidos como “Golpe do Amor” ou “Golpe do Don Juan”, denunciando um esquema em que mulheres conhecem homens através de sites de relacionamentos e demais redes sociais, são envolvidas (na verdade se deixam envolver) por eles em histórias de paixão e promessas de casamento. Na construção desse envolvimento, os golpistas descobrem tudo sobre a vida delas, inclusive situação financeira, senhas de cartões e de bancos e, ou pedem ajuda financeira ou desviam dinheiro e estouram todo o limite dos cartões.

    Na era das redes sociais, golpes na internet são tão comuns porque se confia demais. Perfis falsos, com homens atraentes, que passaram por uma grande desilusão ou perda amorosa, mas que voltaram a acreditar na possibilidade do amor a partir do encontro com a futura vítima, compõem o enredo do golpe. Eles contam que perderam a esposa ou namorada em um grande acidente, doença ou fatalidade ou foram traídos e abandonados e, por graça de Deus (nem o nome de Deus é poupado) ou obra do destino, o encontro deles serviu para lhes mostrar que o amor existe. “Cuide de mim, não me decepcione, não me traia e nem me abandone” costuma ser verbalizado por eles, com frequência.

    Inicialmente, o sofrimento e as desconfianças deles justificam as suas recusas em aparecer diante das câmaras, depois outras desculpas objetivas são acrescentadas como justificativas. Mas o principal, o que precisa ficar muito claro é que as pessoas é que se deixam enganar; o desejo delas de ter alguém, de se sentir amada e de ter encontrado um amor, uma pessoa disposta a mudar de cidade ou de país e vir para cá, para viver com ela um sonho de amor e de felicidade é muito sedutor. Igual a enredo de novela!

    As possibilidades de golpes envolvendo romances falsos são inúmeras. Até a recatada dona de casa pode ser extorquida depois de conversar algumas vezes com alguém que a encontrou nas redes sociais e, que se mostrou amigo e compreensivo ao ponto de lhe confidenciar as agruras com o seu casamento, e ela envolvida pelo clima de cumplicidade, também lhe confessa seu desencanto com a sua vida conjugal. Falar de afinidade e amor passa a ser o passo seguinte do golpista, que depois de envolvê-la passa a extorqui-la, ameaçando mandar as conversas e os e-mails para o marido dela. E o príncipe vira sapo!

    Mas, existe uma série de outros golpes que acontecem via internet. É preciso   ter cada vez mais cuidado em usar o wifi de lugares públicos, pois os hackers estão conseguindo clonar os dados dos usuários, descobrir senhas, acessar sua rede de amigos e aplicar golpes pedindo dinheiro em seu nome, fazer dívidas, além de invadir sua privacidade e perceber de que forma eles podem lhe ameaçar e extorquir.

    Pois é, mas os homens também não estão livres de caírem em golpes, sejam eles afetivos, sexuais ou de outra ordem. Todos nós precisamos ficar muito atentos com a utilização das redes sociais. É preciso ter cuidado com os contatos em que não se tem comprovação de informações; com os wifis de lugares públicos; com a divulgação da sua vida nas redes sociais; com as informações armazenadas em seu celular; com o conteúdo da troca de mensagens; com as paixões virtuais; com o envio e recebimento de nudes; com os sites acessados… Como nem todas as pessoas tem uma alma generosa e inclinação para fazer o bem, seja mais cuidadoso e menos crédulo.

     

     

    Post Tagged with

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *