• E O FACEBOOK VIROU UM ARCO-ÍRIS!

     

    Esses dias as redes sociais, especialmente o facebook, foram inundadas por uma onda de amor e solidariedade. Milhares de pessoas no mundo todo alteraram a cor das suas fotos de perfis usando as cores do arco-íris (símbolo da luta do movimento LGBTS) para comemorar a decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos, que no dia 26 (sexta-feira passada), aprovou o casamento de pessoas do mesmo sexo, lhes garantindo o reconhecimento de seus direitos constitucionais em todo o seu território. Essa decisão histórica representa uma vitória da luta de anos de ativismo pelo direito civil dos homossexuais e teve repercussão imediata por serem os EUA um país que domina a economia mundial.

    No Brasil, já em 2011, o Supremo Tribunal Federal- STF reconheceu o direito dos homossexuais de constituírem uma união estável e, em 2013, o Conselho Nacional de Justiça- CNJ aprovou o casamento entre pessoas do mesmo sexo, de acordo com as regras e exigências dos casais heterossexuais. Essa decisão foi muito importante porque além de todos os ganhos de ordem psicossocial, também assegurou garantias patrimoniais às pessoas que vivem um casamento homoafetivo – antes disso, quando um dos cônjuges falecia era muito comum ver a sua família se apossar dos bens que deveriam ficar para o companheiro.

    COMEMORAÇÃO

    Várias pessoas no facebook questionaram o porquê de tanta celebração pelo que aconteceu nos EUA, se no Brasil já tinha sido aprovado o casamento gay e não houve tanta festa. Então, comemoração eu acho que teve, o que não houve foi um instrumento que possibilitasse  às pessoas  se manifestarem de forma simbólica, rápida e prática. Imagino que foi isso que pensou o criador da rede social, Mark Zuckerberg (ativista do movimento LGBTS) ao disponibilizar que todos os usuários pudessem utilizar um filtro colorido, mais precisamente com a reprodução de um arco-íris que é o símbolo do movimento gay em suas fotos do perfil.

    E assim, mobilizados pelo movimento coletivo e pelo sentimento de repúdio a tanta intolerância, preconceito, violência, agressões e até assassinatos provocados pela homofobia é que as pessoas coloriram seus perfis. E, para evitar generalizações preconceituosas é preciso  ficar bem claro que: nem todo mundo que coloriu o perfil é homossexual, assim como nem todo mundo que não coloriu é heterossexual ou homofóbico.

    É certo que as pessoas têm o direito de pensar e acreditar no que quiserem, pois funcionam de acordo com seus valores e crenças, mas que fiquem com as suas verdades e não destilem o seu ódio irracional e perverso em outra pessoa só pelo fato dela ser diferente. Isso é crime!

    E VIVA O AMOR!

    Ninguém escolhe ser homossexual! Ninguém escolhe conviver com a discriminação, com o preconceito, com a intolerância, com o fato de ter que enfrentar o mundo em razão de uma condição que não se deu por sua escolha pessoal. O amor não tem sexo e nem o desejo humano é padronizável, porém em razão de tanta virulência e preconceito várias pessoas não têm coragem de assumir a sua orientação sexual por medo de não serem aceitos pela família e pelo medo de serem perseguidos pelos machões (?) homofóbicos.

    Quanto a mim, por acreditar no que postulava o filósofo Montesquieu de que “o mal que se faz a um é ameaça que se faz a todos”, eu colori o meu perfil. E mais, acredito que essa campanha possa nos mobilizar para que afetivamente e na paz, nós possamos abraçar outras causas a fim de que outros direitos também sejam reconhecidos. No mais, “tire seu preconceito do caminho, que eu quero passar com o meu amor”.

     

     

     

    Post Tagged with

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *