• “CONHECE A TI MESMO”

     

    O aforismo grego “conhece a ti mesmo” é uma das máximas do oráculo de Delfos, aliás, não só de lá, pois em diversos templos, estádios e lugares públicos da Grécia antiga este chamado à reflexão aparece. Segundo a Suda, a primeira enciclopédia de conhecimento do mundo, surgida na Grécia no Século X “o provérbio é aplicado àqueles que tentam ultrapassar o que são, ou ainda um aviso para não prestar atenção à opinião da multidão”. Vários séculos se passaram e esse aforismo continua atual quanto à importância e à necessidade de conhecermos a nós mesmos, para nos tornarmos pessoas melhores e assim, modificarmos no que for preciso a nossa relação com os outros e com o mundo.

    Desenvolver o autoconhecimento, ficar atento às nossas sensações, sentimentos, pensamentos e atitudes nos ajudam a reconhecer nossas habilidades e dificuldades e, desta forma, criar possibilidades e estratégias para as ações que precisamos empreender na vida. É necessário nos reconhecermos e desenvolvermos o nosso lado “luz” e sua funcionalidade para que possamos lidar de uma forma mais adequada com as circunstâncias desfavoráveis da vida, com os problemas e com as dificuldades e caminhar na direção da realização de desejos e sonhos.

    O autoconhecimento nos traz inúmeras vantagens: facilita o crescimento pessoal (nos vincula a valores e crenças) e profissional (identificar talentos e habilidades); desenvolve a autoconfiança; ajuda a produzir autocontrole; reconhece mais facilmente nossas forças e diminui nossos medos; nos ajuda a escolher trabalhos mais adequados ao nosso perfil; aumenta a identificação de possibilidades; facilita a nossa compreensão em definir o que é questão de princípios e o que pode ser considerado secundário na vida; descortina a nossa intolerância e preconceitos…

    Na verdade, nós não vemos as coisas como elas são e sim as vemos como nós somos; nós analisamos os fatos com o filtro de nossos valores e crenças. Nós vivemos de acordo com a nossa auto referência! Nós somos o que pensamos! Somos fruto de tudo o que vivemos, do que a estimulação ambiental fez com a nossa genética, da nossa maneira de ser e de tudo o que aprendemos com esse espaço em movimento chamado vida.

    Ao se conhecer melhor você tem a chance de se transformar numa melhor versão de você mesmo, sempre tentando melhorar o seu rascunho, sem considera-lo uma arte final. Não tente se transformar no que você não é, no que não combina com o seu jeito de ser, no que não te deixa confortável, no que não se adequa a seus valores e princípios, pois isso costuma provocar muito estresse, às vezes até provoca doenças.

    Poeticamente, Clarice Lispector nos mostra como o autoconhecimento nos movimenta na vida – “Que a minha solidão me sirva de companhia, que eu tenha coragem de me enfrentar. Que eu saiba ficar com o nada e mesmo assim me sentir como se estivesse plena de tudo.” Se eu reconheço minhas angústias e dificuldades, mas sei da minha força e capacidade para enfrenta-las, eu consigo sair da sombra e caminhar em direção à luz. Bom domingo a todos!

    Post Tagged with

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *